fbpx

Educação Infantil a distância no Cenário atual

Em meio a pandemia da Covid 19, neste ano de 2020, os métodos de ensino a distância substituíram as aulas presenciais em todos os anos escolares, o que, para a educação infantil, tem se mostrado um grande desafio, já que, a permanência das crianças dentro das salas de aula é de suma importância.

Essas crianças precisam estar interagindo com outras, e, a exposição a telas de computadores também é prejudicial a depender da idade dos pequenos, fazendo com que seja necessária uma parceria entre as escolas e os pais.

Sendo assim, as escolas estão cada vez mais se adaptando a educação infantil a distância, elaborando propostas e tentando manter os professores próximos dos alunos.

O que diz a Lei?

De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, o ensino infantil precisa ser presencial, sendo assim, essa lei não permite aulas a distância da educação infantil até o 9 ano.

Porém, no contexto da Covid 19, essa modalidade se tornou a única opção para que as aulas sejam mantidas, e, por isso, foi aceita pelas escolas particulares, e, pelas escolas públicas.

E, sendo assim, o governo federal autorizou as mudanças legislativas, isentando as escolas de cumprirem os 200 dias letivos necessários, mas, mantiveram a carga horária de 800 horas.

Na rede particular de ensino, parte das escolas passaram a oferecer plataformas online para que haja interação entre os educadores e os alunos, e, para que fossem enviados a eles, atividades que possam ser realizadas no meio digital.

Um exemplo disso, são os PETS – Planos de Estudos Tutorados – uma página na internet com conteúdo e atividades para que o aluno possa fazer dentro de casa.

Já, na rede pública, os governos estaduais e municipais adotaram o método de aulas pela TV aberta e o envio de kits pedagógicos de forma impressa, proporcionando aos alunos uma aproximação com seus educadores.

Quais são os desafios do ensino infantil a distância?

É certo, que todos os anos escolares tem enfrentado desafios diários no novo modelo de ensino existente, mas, o ensino infantil enfrente desafios ainda maiores.

Um desses desafios, é, conseguir manter as crianças atentas em frente a tela do computador, isso porque, na educação infantil a distância, o tempo das aulas precisa ser curto, cerca de 30 minutos ou 1 hora no máximo, priorizando sempre a saúde mental e física delas.

O mais importante nessa nova rotina, é tentar manter a rotina antiga de rever colegas de classe, e, continuar mantendo o desenvolvimento da criança, promovendo atividades de desempenho e simples.

Nessa perspectiva, as crianças não podem ser sobrecarregadas, mas, as aulas precisam permitir que a evolução da criança não seja prejudicada, e, o vínculo com a escola não seja rompido.

Há também outros, como:

  • Impactos mentais nos alunos e educadores;
  • Abandonos e evasões escolares;
  • Retorno gradual com as devidas precauções a saúde;
  • Cumprir a carga horária exigida por Lei;
  • Avaliação diagnóstica e recuperação da aprendizagem;
  • Comunicação frequente com os pais e responsáveis;
  • Articulação entre instituições locais que impactam a política educacional;
  • Contextualização das ações no nível da escola;
  • Atendimento intersetorial como esforço perene;
  • Institucionalização de políticas de recuperação da aprendizagem;
  • Fortalecimento da relação família-escola;
  • Uso da tecnologia daqui em diante.

Recursos para ensino à distância na educação infantil

Existem atualmente vários recursos disponíveis para que o ensino das crianças não seja prejudicado, sendo eles:

  1. Videoaulas

Através das videoaulas, os professores conseguem manter a rotina de estudo desses alunos, com uma linguagem mais familiar, mantendo o espaço da escola no dia a dia da criança.

Com essas aulas online, ela poderá interagir com seus colegas e professores, e aprender as lições passadas.

  • Materiais de apoio

Outro recurso importante, é o material de apoio das aulas, e os professores podem explorar diversos recursos, como, imagens, animações, jogos e histórias interativas, entre outros.

  • Livro digital

E, além disso, algumas escolas podem ter também livros digitais que estejam à disposição dos alunos, para que eles possam aprender e interagir.

Atividades para o ensino infantil à distância

Além disso, há também as atividades direcionadas para o ensino infantil a distância, sendo elas:

  • Contação de histórias

Uma das atividades que ajudam no ensino infantil a distância é a velha e boa contação de histórias, que era feita de forma presencial, mas, também pode ser feita de maneira online.

Esse recurso de contar histórias é bastante eficiente, porque no final, o professor pode fazer perguntas para os alunos para saber se eles compreenderam a história.

  • Teatro de fantoches

Outra atividade bem antiga e que não perdeu sua eficiência, é o teatro de fantoche. Ele atrai a atenção de crianças e ainda ajuda na compreensão do ensino.

Além disso, os professores podem improvisar na criação dos personagens e até transformar em atividade para as crianças em casa. Podem utilizar, por exemplo, materiais reciclados para que cada uma construa seu fantoche.

  • Pinturas

Quem nunca brincou de pintura quando era criança?

Essa com certeza é uma das atividades mais famosas e que trabalham todas as atividades cerebrais. Ela permite que a criança aprenda mesmo que seja dentro de casa.

E, assim como nas aulas presenciais, os professores podem fazer essa atividade, dando orientações ao pais da criança, sobre como fazer os desenhos.

Existem ainda, inúmeras outras atividades que podem ser feitas pelas crianças mesmo dentro de casa, como, canto, dança, e outros jogos interativos.

Como fazer funcionar a educação infantil a distância?

Existem algumas formas que podem facilitar o ensino infantil a distância, como:

1.         Organize horários: A falta de horário para as atividades das crianças, podem prejudicar o ensino delas. Sendo assim, estipular horários para lazer e para estudo, podem facilitar a educação dentro de casa;

2.         Delimitar espaços: Nessa dica, pais e filhos precisam ocupar espaços diferentes dentro de casa (sempre que isso for possível). Para que assim, ambos possam trabalhar e estudar, de forma saudável;

3.         Organização: Outro ponto importante, é a organização do espaço de estudo para que assim a produtividade da criança não seja prejudicada.

4.         Evite fazer várias coisas ao mesmo tempo: No horário de estudo, não permita que seu filho tenha atenção em duas coisas ao mesmo tempo, focando apenas nas aulas.

5.         Tenha dialogo: Outro fator decisivo, diz respeito ao diálogo entre pais, filhos, e educadores. Isso é necessário para que todas as dúvidas possam ser sanadas entre eles, e, o ensino da criança seja priorizado.

É, claro que há, inúmeras outras maneiras para que a educação infantil a distância funcione melhor, mas, o importante é a cooperação mutua entre todos os interessados.

Impactos para professores, alunos e famílias

Ainda que possam existir inúmeras formas das aulas a distância serem transmitidas da melhor forma para as crianças, elas jamais irão substituir o desempenho das aulas presenciais.

Isso acontece, principalmente, no ensino infantil, onde a convivência das crianças com professores e colegas é importante para que ela aprenda a interagir. Essa interação estimula o desenvolvimento motor, e outros cerebrais.

É, exatamente, por isso, que as escolhas, os professores e os familiares estejam alinhados quanto ao processo de aprendizagem desses alunos. Deve estar priorizando sempre o melhor para eles, aproveitando ao máximo o meio digital.

Para isso, é necessário que a escola forneça toda estrutura e os recursos necessários para que os professores possam trabalhar, transmitindo os ensinamentos que os alunos precisam.

Também, é preciso que as instituições de ensino cuidem da saúde mental desses professores, além de todo treinamento que eles precisam. Isso para que não se sintam incapazes de prosseguir por esse novo meio.

Os pais e responsáveis devem auxiliar no processo de aprendizagem dos filhos. A escola por sua vez, precisa cuidar de todo planejamento, considerando que a rotina dos familiares também se alterou.

Sendo assim, saber o que prevê a lei, as discussões sobre o tema de educação infantil a distância, e, as possibilidades que permeiam a educação nesse período são importantes para elaborar novos métodos de estudo.

ACOMPANHE DE PERTO O APRENDIZADO DO SEU FILHO EM TEMPOS DE QUARENTENA SAIBA MAIS AQUI:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp